Main Page Sitemap

Mulheres solteiras em busca de parceiros em puebla


É filha de um imã progressista que faleceu recentemente e, apesar do estigma à volta das mulheres solteiras, o pai sempre a encorajou a ter uma educação e a sair da cidade onde nascera.
A explicação pode residir no facto de as mulheres divorciadas tampico mulheres terem de trabalhar mais em prol da relação que os homens e não sentirem que isso valha a pena, propõe a professora da Universidade de Essex, EmilyGrundy,."A minha mãe disse-me que se não me casar este ano, não sou bem-vinda para ficar em casa.".Em última instância, o documentário - que foi produzido com o apoio de uma campanha de crowfunding lançada na plataforma Kickstarter em 2017 - explora o que significa ser mulher solteira numa altura em que a independência e a escolha estão a aumentar.Em entrevista ao site europeu I News,ela afirma que a igualdade de gênero está tão "profundamente inserida" na sociedade sueca, que as comparações com a China ou a Índia, onde são feitos abordagens seletivos para que nasçam mais homens, por exemplo, não fazem muito sentido."Muita desta relutância em procurar um parceiro pode ser atribuída aos mais novos priorizarem cada vez mulher não é mercenário em busca de homem mais a sua educação, carreiras e estabilidade financeira em vez de estar em relações acredita o analista.Juntas foram viajar pelo mundo para falar com outras mulheres solteiras e entrevistaram vários especialistas.As realizadoras lamentam que a "cultura do apego" continue "muito enraizada" e defendem que é necessário "romper de uma vez por todas com este estigma".Homens e mulheres: diferenças e mais.
Um dos entrevistados para o documentário, que se chama.
O que você procura?Para já, sabe-se que pode chegar aos cinemas em meados de 2018.Aos 34 anos, vive com a ansiedade de ter de se justificar sobre a sua vida como solteira em frente à família.Começou por falar com a melhor amiga e colega realizadora, Ariadna Relea.Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.Traduzido do artigo original escrito por Valentina Esponda, do VIX Espanhol.


[L_RANDNUM-10-999]
Sitemap